sexta-feira, 25 de julho de 2014

Tempo frio pede Cozido!

Tai um prato que não fazia há anos!
E não sei porque fiquei com uma vontade... que não resisti, rsrs!

Usei de carne: lombo de vaca, costela desossada,
carne seca, costelinha de porco defumada, paio e linguiça calabresa. 
Um pouco de cada uma pois éramos poucos para comer.

Com os legumes fiz também um pouco de cada,
tipo: 1 cenoura, 1 batata doce, 1 milho, 1/2 chuchu,
2 batatas inglesas, 1/2 raiz de aipim, 1 pedacinho de
abóbora, 1 inhame, 1 pedacinho de repolho.
Não, eu não coloquei banana, pois não gosto!


Comecei dessalgando a carne seca de véspera.
No dia dourei em óleo e azeite as carnes. Acrescentei alho,
cebola e tomate picados. Um pouco de molho de tomate.
2 folhas de louro. Água fervente.
Levei à pressão por 20 minutos.
Só então fui acrescentando os legumes em pedaços
mais ou menos grandes: milho, cenoura...
À medida que ia cozinhando, retirava e acrescentava
outros, sempre aos poucos, sem pressa...


Quando pronto, com temperos corrigidos (sal e pimenta),
fiz um pirão com um pouco do caldo.
O que sobrou pensei em fazer uma sopa,
mas não tive coragem de tão bom que tava!!!

quinta-feira, 17 de julho de 2014

Limão em versão doce: Bolo!

Um Bolo de Limão macio e saboroso...


Bolo úmido de Limão

Ingredientes:
- 175 g de manteiga sem sal
- 175 g de açúcar
- 3 ovos batidos ligeiramente
- 225 g de farinha de trigo
- 1 colher (sopa) rasa de fermento em pó
- 2 colheres (sopa) de leite
- raspas finas de 1 limão
- 3 colheres (sopa) de suco de limão

Para decorar e umedecer:
- suco de 1 limão
- açúcar confeiteiro até o ponto
(de 1 a 2 xícaras).


Modo de fazer:
Preaqueça o forno. Unte uma forma com manteiga
e polvilhe farinha. Bata a manteiga e o açúcar até obter uma massa
leve e cremosa. Junte os ovos, um a um, acrescentando uma colher de 
farinha se notar que a mistura está talhando. Peneire o restante
da farinha e misture bem. Acrescente o leite, as raspas da casca
e o suco. Despeje a massa na forma e asse por 1 hora,
ou até espetando o palito este saia seco.
Forno médio.

Para a calda é só ir misturando o suco do limão com
o açúcar de confeiteiro até dar o ponto desejado.
Umedeça o bolo ainda quente com a calda, fazendo
antes alguns furinhos para que a mesma penetre bem.


Prove!


segunda-feira, 30 de junho de 2014

Scones...

Scone: pequeno pãozinho originário da Escócia.
Dizem que recebeu este nome para lembrar a Stone of Destiny
(Pedra do Destino) ou Scone, como era chamado o local onde eram
coroados os reis escoceses.
Fazia tempo que não os fazia, pois tinha a receita que ganhei de uma 
pessoa que era descendente dos ingleses.
Outro dia vi no programa do Daniel Bork (Band - Dia Dia),
e ele servia em cima de uma carne com molho de vinho tinto.
Deve ficar muito bom assim e fazer sucesso!
Mas só o fiz para comer com café, chá, suco,
como já o havia experimentado antes.
Também decidi usar a receita dele, apesar de ser muito idêntica a que tinha,
mas é que a dele dava os ingredientes exatos e o creme de leite era fresco. 
Para dar sabor ao mesmo, utilizei este tempero que ganhei
outro dia de um amigo que foi à Grécia...
Se isso é bom para cordeiro, porque não para os scones?
Você tem de fazer a massa e enrolá-la no filme plastico para
levá-la à geladeira por no mínimo 30 minutos.
Depois é só cortar em discos grossos, forrar uma forma
com papel manteiga e levar ao forno.

Scones

Coloque em uma vasilha nesta ordem:
250 g de farinha de trigo,
1/2 colher (café) de fermento em pó químico,
1/2 colher (café) de sal,
60 g de manteiga sem sal em cubos,
1 colher (sopa) de ervas frescas picadas*

Misture bem com as mãos, acrescentando 115 ml de creme de
leite fresco aos poucos, para que dê o ponto da massa (de enrolar).
Depois de cortados em disco e distribuídos na forma forrada com papel manteiga,
pincele 1 ovo batido por cima.
Forno pré-aquecido.
Tempo: 25 minutos ou até que inchem e fiquem dourados.
Tire do forno e sirva.

* as ervas não precisam ser frescas, e você pode colocar qual desejar
(seca ou fresca),
como orégano, pimenta calabresa, alecrim, tomilho, etc, etc, etc.



Garanto: são divinos!

terça-feira, 10 de junho de 2014

Vaca Atolada, pulou na panela...

...quem comeu tudo arregalou-se!
Esse é um prato típico de nosso país que o chamo de 'comfort food'!
Ainda mais agora, nesses tempos de frio!

Limpei a gordura toda de 800g de costela de boi e temperei
com sal e pimenta. Levei à uma panela de pressão e dourei
bem os pedaços em óleo de canola. Coloquei 4 dentes de alho
e 1 cebola média picados. Um pouco de tomate pelado picado.
 Por fim acrescentei água fervente o suficiente para cobrir tudo.
Tampei a panela e deixei na pressão por 40 minutos.
Após isso, depois de tirar toda a pressão, é claro, abri a mesma
e botei pedaços de aipim (500g) que costumo comprar, descascar e
cortar em pedaços para guardá-los no freezer. Quando os quero,
mergulho-os direto em água fervente para cozinhar.
Mais 10 minutos de pressão são o suficiente para tudo se desmanchar...
Sirva com arroz, farofa e muita salada!

Depois diga se você não se arregalou também, rsrs..!



domingo, 1 de junho de 2014

Pudim "Todo Meu"!

Calma! Eu não comi ele todo!
É que esse pudim tem uma história aqui em casa!
Quando meu sobrinho Raul era moleque (adolescente), a mãe negra dele,
Nilza, vivia fazendo suas vontades! 
Como ele gostava muuuito de pudim, toda vez que ela fazia essa
sobremesa fazia logo 2: um pra casa e outro só pra ele!
Então a gente chegava lá pra passar o fim de semana, e ele logo ia dizendo:
'esse pudim é TODO MEU!'
Até hoje quando tem pudim na família, todos dizem isso:
pudim todo meu! kkkkkk...

Pudim "Todo meu ":

Coloque 1 xícara de açúcar para caramelizar direto na forma.
Tome cuidado para não queimar, não descuide!
Bata no liquidificador 4 ovos, 2 latas de leite condensado
e 1 medida de leite (use a lata).
Põe na forma caramelizada e leve ao fogo nessas panelas próprias
para pudim, em banho-maria, por 50 minutos.
Se você não tiver ela, use a forma comum levando ao forno,
também em banho maria, por 1 hora.
Depois diga se você não gostaria também que ele fosse
TODO SEU!!!

segunda-feira, 26 de maio de 2014

Bolo Nega Maluca com Calda de Chocolate

Todo mundo tem uma receita do Bolo Nega Maluca,
mas é que esse ficou tão bom, mas tão bom...
Primeiro eu quis testar uma forma de silicone que comprei
baratinha... uf, sabia que tava muito barata!
É que eu ainda não me dei bem com ela!
Mas vamos lá...

Olha só o resultado aqui embaixo! Feio né!?

E depois, quando coloquei o creme, ficou mais feio ainda,
pois eu achei que o mesmo estava muito ralo, então
deixei esfriando! E veja, ficou um creme bem espesso,
ele nem caia pelos lados do bolo!!! Kkkkk...

Mas eu não perdi as esperanças, pois o bolo era muito gostoso
mesmo! Então fiz outra vez...

Já o fiz 3 vezes! Esse fim de semana até me segurei para 
não fazê-lo de novo, rsrs...!

Bolo Nega Maluca com Calda cremosa de Chocolate

Massa:
200 gramas de açúcar refinado
126 gramas de farinha de trigo
40 gramas de cacau em pó
1 colher (chá) de fermento químico
1 colher (chá) de bicarbonato de sódio
1 pitada de sal
1 ovo
130 ml de leite integral
60 ml de óleo
1 colher (café) de extrato de baunilha ou favas
126 ml de água aquecida

Pré-aqueça o forno a 160°C.Misture o açúcar, a farinha de trigo, o cacau, o fermento, o bicarbonato e o sal peneirados manualmente. Adicione os ovos, o leite, o óleo e a baunilha. Misture  até ficar homogêneo. Adicione a água aquecida e misture. A massa vai estar bem líquida. Leve ao forno e asse até ponto de bolo, aproximadamente 40 minutos.

Calda:
200 gramas de leite condensado
150 gramas de creme de leite UHT
100 gramas de chocolate ao leite

Leve ao fogo o creme de leite com o leite condensado. 
Quando estiver morno, adicione o chocolate. 
Cozinhe por cerca de 3 a 5 minutos até levantar fervura e remova do fogo.
Empregue imediatamente!!!


PS -  Receita retirada do programa Dia a Dia, da Band.


terça-feira, 20 de maio de 2014

Pappardelle com Mexilhões

Mexilhões de Saquarema/RJ.
São esses de que gosto de comer!
Quando alguém me diz que vai até lá, sempre peço
para trazer. E eles vieram, rsrs...
Então resolvi fazê-los no Dia das Mães (este ainda não era
o prato principal!) e ficou divino...
O segredo deste molusco é retirar o saquinho que tem neles de sujeiras
do mar, tipo intestino! Um por um!
E pra isso tive ajuda de alguém que muito limpou em sua vida:
minha irmã Mara que morou lá!
Hoje em dia ela mora em Joinville/SC, e como ela veio passar
o dia das Mães aqui em casa, não podia deixar de fazê-los, pois
quem o experimenta não esquece jamais, rsrs...

Eles já vieram pré-cozidos, pois os pescadores de lá fazem esse trabalho
para retirarem das conchas.
Então só precisava limpá-los.
Depois disso, em uma frigideira, coloquei azeite,
alho e cebola bem picadinhos. Acrescentei os Mexilhões, um pouco de
leite de coco, coentro, pimenta-do-reino moída na hora e corrigi o sal.

Simples e divinos com esta massa!

segunda-feira, 12 de maio de 2014

Filet Mignon suíno

Outro dia fui fazer churrasquinho aqui em casa, e como
moro em apartamento tem que ser tudo em pedaços pequenos,
para colocar em espetinhos de pau mesmo.
Aí comprei coração de galinha, linguiça, miolo de alcatra,
queijo coalho e...
... 'filezinhos suínos'.
Estes últimos ficaram meio sequinhos então o que sobrou os fiz 
em medalhões e salteei-os na frigideira no dia seguinte.
Pronto: parece até que descobri a pólvora, kkkkkkk..!
Agora só dá ele aqui em casa!

Além de gostosos ainda são bem mais baratos que o
de boi! Esses daqui finalizei-os com cebolas roxas e mostarda Dijon.
Servi com couve, batatas coradas, couscouz marroquino
e vagem francesa.

No almoço do Dia das Mães essa era a opção pra garotada
que não comia frutos do mar, mas todo mundo comeu dele um pouco também!
Só que esse eu fiz selando o filé inteiro na frigideira (eram 2)
e depois finalizei levando ao forno coberto com papel alumínio:
uma delícia também!

terça-feira, 29 de abril de 2014

Yakisoba de Frango e Legumes

Uma única refeição: carboidrato, proteína e vitaminas!
Comece com os legumes na panela 'wok', que é própria
para este prato. Se não tiver, faça em uma frigideira grande
para caber tudo.
Comece pela carne: eu usei filé de frango cortados
em pedaços pequenos, mas você pode colocar filé mignon,
carne suína e até mesmo peixe e frutos do mar.
Conforme for fritando (em azeite ou um bom óleo), vá empurrando para os
lados da panela e agregue os legumes.
Aqui eu coloquei cebola, alho, pimentão, tomate,
brócoli. Todos com mais ou menos o mesmo tamanho no corte.
 Mas você pode por o que tiver em sua geladeira.
A seguir entre com o molho. No meu caso usei um que já vem
pronto no supermercado - mais fácil, hehe.
Só então adicione a massa (própria para yakisoba) já cozida
'al dente'.
Então é só se servir!



sexta-feira, 25 de abril de 2014

Doces Maçãs!

Maçãs assadas com sorvete de creme...
Escolha as maçãs...
Corte-as um pouco acima do meio, para que fiquem
com as tampas depois. Retire o miolo.
Preencha a parte de baixo com açúcar.
Salpique canela.
Coloque a tampa e ponha mais açúcar e canela por cima.
Põe em uma forma com um pouco de água.
Leve-as ao forno médio, pré-aquecido, por mais ou menos 30 minutos, 
vai depender do seu forno.
Sirva quente com o sorvete...

Delícia!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...