quinta-feira, 22 de setembro de 2011

"Vai cortar batata!" - Cortes de Legumes (I)

Quem nunca ouviu ou falou a expressão: 'Vai plantar batata'?
Pois aqui estou a ensinar os cortes de batata!

Primeiro, após descascar, acerte-a formando um retângulo.

A seguir, para os cortes que mostrarei aqui, corte fatias bem finas...

Depois é só cortar em bastões bem finos, fazendo assim um 
corte chamado 'Juliènne'.

Cortando as fatias um pouco mais grossas, e fazendo novamente os bastões, 
você terá o corte 'Allumette'.

O terceiro corte você conseguirá com fatias mais grossas ainda, 
e agora os bastões se chamarão 'Batonettes'.
Acho que essa você já usou em sua cozinha, não?!
São as famosas batatas fritas em palito!

Para fazer um corte chamado 'Pont-Neuf', você terá que ter os bastões com a grossura de 2cm.
Estas são as minhas preferidas, e elas são um clássico pouco utilizadas, mas que dão um charme enorme aos seus pratos. Utilize-as cozidas e após frite-as, pois por elas serem muito grossas, 
corre-se o risco delas ficarem cruas por dentro. 
Servidas uma em cima da outra, 
farão sucesso no seu prato servido com algum tipo de carne!


Quando fiz aula de gastronomia, aprendi a fazer esses cortes (e outros, da próxima aula), e sempre gostei muito, principalmente porque o corte perfeito fará com que seus convidados percebam o carinho com que você fez seu jantar!

Mas nas aulas, até mesmo professores (chefs) diferentes, ensinavam os mesmos cortes e davam outros nomes.  Portanto, se estiver errada, foi de minha livre e espontânea escolha!

Curiosidades

Fous-moi la paix - expressão similar em francês!

A origem desta frase é portuguesa. Antigamente, em Portugal, país mais voltado às navegações e à pesca, a agricultura, conquanto fornecedora de alimentos básicos, era vítima de certo desdém. Algumas de suas culturas eram ainda mais depreciadas, como era o caso da batata, que demorou a entrar para a culinária portuguesa e brasileira. Era tida como alimento vulgar, e quem se dedicasse a plantar batatas estava se sujeitando a uma atividade desqualificada. A expressão aparece registrada em 'O povo português', obra do famoso poeta, folclorista e político lusitano Teófilo Braga (1843-1924), comentando a decadência das pequenas indústrias, ocasião em que trabalhadores qualificados, de repente sem emprego, foram aconselhados a plantar batata.


5 comentários:

Carla disse...

Adorei a forma como foi ensinado os cortes...vou usar nas minhas receitas,evou tam´bm continuar seguindo blog.

Rachel disse...

Que beleza, muito bom saber um pouco mais sobre esses cortes, sempre achei que o carinho que se tem para cortar os alimentos antes de prepará-los demosntra o prazer que se teve em preparar o prato.
Um ótimo fim de semana para você, amiga!
Bjuss!!!

Josy disse...

Sandra que bela postagem, super esclarecedora, agradeço imensamente o carinho e cuidados ao nos ensinar os cortes do qual eu conhecia só o Juliènne. Adorei esse último, deve ficar lindo no prato, vou fazer domingo para deixar meus queridos deslumbrados hehe. Amei essa aula. Um bjo grande

Paula Pacheco disse...

Que graça todas essas fotos, por mim poderia sempre colocar fotos de ,mais cortes, foi um aprendizado mesmo,
bja
Paula

Rodney Costa disse...

Boa tarde!!

Sandra Bilaardt;

Primeiramente gostaria de te parabenizar por este blog muito bacana, se encontra de tudo.
Gostaria de convidá-la pra seguir o meu blog estou criando esse rede de relacionamento pra poder mostra um pouco da minha paixão pela gastronomia.Tomei a liberdade de copiar algumas fotos dos seus cortes de batatas ( que por sinal estão magnificos) para compor meu blog de calouro.

Desde já, agradeço!!!

Abraços!

Rodney Costa - Mini Chef

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...