quarta-feira, 21 de outubro de 2009

Frutas

No livro 'História da alimentação Brasileira', no título 'Técnicas Culinárias', sub-título 'Frutas', Câmara Cascudo vem enumerando várias frutas encontradas em território brasileiro, não necessariamente originais das terras tupiniquins.
Resolvi pesquisar sobre as frutas que pouco ou nada ouvimos falar(pelo menos por aqui onde moro, é claro!).

Começo com:









Amaitim, ou Mapati, ou Uva-da-Amazônia (Pourouma cecropiifolia)

Possui polpa suculenta e firme, que se separa com facilidade da casca. Agrada a todos os paladares.
Consumida preferencialmente ao natural, como fruta de mesa. Comercializada em feiras livres na região amazônica. Também usada no preparo de geléias e vinhos. No Peru se prepara uma bebida semelhante ao café, a partir das sementes torradas e moídas.




















Araçá (Psidium araca)


O araçá é uma fruta nativa e bem conhecida no Brasil (???). Parece muito com a goiaba, e em frente ao edificio que moro, tem um pé de araçá! A planta está presente nos mais variados ecossistemas brasileiros: no Cerrado, nos Pampas Gaúchos, na Mata Atlântica, no Pantanal e na Amazônia. O nome Araçá significa “fruta que tem olhos”



Receita: Yogurte com araçá (elvirabistrot.blogspot.com)

Ingredientes

- araçás vermelhos e/ou amarelos

- leite gordo ou meio-gordo*

- açúcar branco granulado

* não convém usar leite magro

Lavar e secar os araçás. Eliminar as pontas dos frutos e cortá-los em rodelas finas.Dispor uma camada de rodelas de araçá no fundo de uma tacinha de sobremesa. Polvilhar com um pouco de açúcar. Recomeçar o processo até a taça ficar cheia, mas sem chegar até à borda, terminando com açúcar. Regar com leite até a ultima camada de rodelas de araçá ficar submersa. Reservar as taças no frigorífico durante pelo menos 24 horas. Servir bem fresco.



Nota : o teor elevado de pectina natural contida nos araçás - combinada com o açúcar - é que vai gelificar o leite, dando-lhe a consistência e o sabor de iogurte cremoso. Quanto mais tempo se deixar o preparado a repousar, mais este apresentará uma textura consistente e aveludada - sendo o tempo ideal de repouso de 48 horas ou mais, apesar do "iogurte" ficar bom em apenas 24 horas.

Um comentário:

Noah disse...

Oi Sandra,
Quando vi a referência ao livro do Cascudo vim correndo ver o q tinhas postado e adorei. Na verdade achei showzaço.
Como é bom te seguir.
....
Te peço o favor, quando puderes, trocar o link do Álbum da Cozinha para o Novo endereço.
Bjos cheios de gula deste doce.
Araçá por aqui é "quase inço" mas as pessoas não sabem receitas com seu aproveitamento.
Abraço enoooooorme

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...